sexta-feira, 9 de janeiro de 2009

As vendedoras

Já vi em muitos blogs meninas reclamando e elogiando vendedoras de lojas de produtos cosméticos e agora chegou a minha vez. Já fui vendedora de loja e sei que tem cliente que é chato, mas um sorriso não custa nada.
Vou falar de 3 experiências minhas: 2 ruins e 1 excelente. Começarei pela parte ruim.
No dia 29/12/08 aproveitando minhas “férias” fui a Yves Perfumaria que fica em Santo André, SP. Fui atrás de um blush, um corretivo, além de pinceis e apontador, fora outros tantos produtos para unhas, saí de lá carregada hehehehehehe.
Todos os apetrechos de maquiagem ficam separados numa área com vendedoras, a que me atendeu estava mal maquiada e tinha cara de bunda. Desculpe o termo, mas ela tinha cara de bunda mesmo. Me atendeu super mal, não conhecia os produtos e respondeu a todas as minhas perguntas com uma voz de desanimo. Tudo bem que a loja estava cheia e eu fazia muitas perguntas, mas custa ser simpática? Juro que não sou uma consumidora chata, mas saí de lá com uma péssima impressão dela e deixei de levar mais coisas por causa do mal atendimento.
Minha segunda experiência ruim foi com uma vendedora da Contem 1g. Estava atrás do blush em mouse e do palete de batons, ambos em promoção, alem de querer conhecer pessoalmente alguns lançamentos da marca. A vendedora com cara de sono e olha que eram 13:30 da tarde, ou talvez fome me mostrou as cores do blush e me informou que o batom estava em falta. Me atendeu com um extremo desinteresse, tanto que desisti de fazer mais perguntas para ela. Saí de lá desanimada e com o blush porque estava precisando mesmo, não comprei na Yves no outro dia, mas não gostei do atendimento, ela não foi grossa, mas também não deu um único sorriso.
Agora a parte boa. Essa semana decidi que vou usar produtos bons para acne, mas fiquei em duvida sobre duas linhas: a Normaderm e a Effaclar, portanto fui para a Drogasil que fica aqui do lado do prédio e fui fuçar os preços. Ao chegar lá me deparei com uma vendedora. A Luzia que para ser sincera me conquistou. Nunca fui atendida por uma pessoa tão atenciosa. Explicou tudo sobre as duas linhas, me deu folhetos, era só sorrisos e simpatia. Devo ter ficado lá uns 20 minutos, saí de lá sem o produto porque tava só pesquisando, mas decidi que levaria algum no final da semana. Hoje resolvi levar a linha toda só por causa do atendimento da Luzia. Claro que fiz pesquisa de preço, mas como todos estavam iguais escolhi comprar com a Luzia.
Você está de parabéns, sei que não ganha comissão por atendimento e mesmo assim foi 10. junto com ela tinha uma outra vendedora, a Dinalra, da área de cosméticos e maquiagem que foi super legal também.
Só para avisar quem precisar comprar qualquer produto em uma farmácia e estiver em SP, procura a Luzia na Drogasil da R. Joaquim Floriano, Itaim Bibi. Você não vai se arrepender.

2 comentários:

Lis F. disse...

Oi Cris!
Ainda bem que existem "Luzias" pra nos atender bem. As lojas (e as próprias vendedoras) só saem perdendo se nos atenderem com antipatia. A Luzia com certeza vai ganhar vários clientes depois desse seu post, enquanto as outras vão continuar distribuindo antipatia e perdendo clientes. O problema aqui é que, além dos vendedores não serem tão simpáticos, são poucos, e por esse motivo estão sempre ocupados. Não tenho paciência pra vendedor mal educado e se for o caso, saio da loja sem levar o que quero. Aguentar mal humor de vendedor, ou de quem quer que seja,nem pensar:)
Concordo com o que vc falou sobre o Boticário, é "carinho" mesmo. Na verdade, das marcas que citei, minha preferida é a Natura...adoro:) Por sinal, tá na hora de ir ao Brasil renovar o estoque de hidratantes:)
Beijos!
Lis

Cris Brunetti disse...

lis, vc será muito bem vinda em terra brasilis.........